Notícias

Quinta-Feira, 05 de Setembro de 2019 07:35

TRÂNSITO

Rosana Martinelli solicita passarela e rotatórias na passagem urbana da BR-163

A prefeita Rosana Martineli solicitou, à concessionária Rota do Oeste, responsável pela BR-163, a implantação de dispositivos de segurança viária na passagem urbana de Sinop. O objetivo é assegurar maior fluidez ao tráfego em pontos que, hoje, apresentam congestionamento e acidentes. O trecho urbano da rodovia federal em Sinop registra um dos maiores índices de acidentes no trecho sob responsabilidade da iniciativa privada.

No documento assinado pela chefe do Poder Executivo, a Prefeitura de Sinop reivindica a implantação de rotatórias, semelhante àquela do entroncamento da Avenida dos Tarumãs com a BR-163, nas avenidas dos Jequitibás, dos Pinheiros e das Palmeiras. Também é solicitada a retirada das "muretas de contenção" que se encontram sob o viaduto, de forma à constituírem-se vias duplas em ambos sentidos; igualmente, implantação de uma passarela titular para que pedestres e ciclistas possam transpassar a rodovia com segurança. O Poder Executivo municipal propõe-se à apoiar a Rota do Oeste para a execução, mediante convênio. 

Os pleitos são fundamentados em argumentos como o crescimento populacional de Sinop, o volume de veículos que roda pela região de Sinop, utilizando-se dos entroncamentos, o número de acidentes nos pontos referenciados. "Diante desse momento, o município de Sinop, não vendo perspectiva de ter essas obras [de duplicação e demais contratualizadas] realizadas, estamos pedindo para que a concessionária, pelo menos, faça as rotatórias imediatamente e que são com recursos bem mais baixos, até que se resolva essa parte contratual. Até que o governo faça um novo processo licitatório. O que não podemos deixar é essa BR da forma como está. Precisando dar segurança e vidas estão sendo ceifadas na BR-163 devido à omissão da Rota do Oeste em não fazer as obras necessárias para o município de Sinop", afirma Rosana Martinelli. 
 

De acordo com o que rege o contrato de concessão, estavam previstas três passarelas para a área urbana de Sinop. A Prefeitura pediu mais duas e que, somadas às outras programadas, totalizariam cinco, estando distribuídas nos pontos: Escolas Alto da Glória e Uilibaldo Vieira Gobbo, São Cristóvão, entre Tarumãs e Júlio Campos e avenida das Palmeiras.

 
Desde 2017, o município vem solicitando à empresa a implementação dos dispositivos de segurança viária. Entre eles, também viadutos. Cinco estavam previstos pelo contrato de concessão e o Poder Executivo vem solicitando, desde então, mais três, perfazendo oito pontos: entradas do Alto da Glória, Lic Sul, Santa Carmem, Tarumãs (Flamboyantes), avenida as Palmeiras, Perimetral Norte, acesso à Cláudia e Camping Clube
 
O assunto foi tratado na tarde desta quarta-feira, 04/09, durante entrevista coletiva no Paço Municipal. Além da prefeita, participaram do encontro o secretário de Governo, José Pedro Serafini, de Finanças, Astério Gomes, de Trânsito, Roberto Trevisan, de Desenvolvimento Econômico, Daniel Brolese, além dos vereadores Mauro Garcia, Billy Dal Bosco, Maria José e Professora Branca. "O trânsito de Sinop é um trânsito intenso. A Câmara, a prefeita e a sociedade envolvidos nisso agora, acreditamos que venha a mudar", fala Roberto Trevisan, secretário municipal de Trânsito.
 
Mauro Garcia, vereador por Sinop, diz que "ao longo desse contrato, tudo o que foi prometido não foi cumprido e estamos esperando situações que não ocorreram no município, como a passarela no bairro Alto da Glória. Temos que parabenizar a prefeita, que está tomando a iniciativa de buscar, junto à Rota do Oeste, à ANTT, soluções para que possa dar vazão ao trânsito do município de Sinop". 
 
A CONCESSÃO
Desde março de 2014 a BR-163, em Mato Grosso, está sob responsabilidade da Rota do Oeste. A empresa detém a concessão de 850,9 quilômetros. Ao todo, 19 municípios estão na faixa de extensão da rodovia leiloada. Ela inicia na divisa com Mato Grosso do Sul e segue até Sinop.

Fonte: prefeitura municipal de Sinop